Dermatologia Pediátrica

Durante a primeira infância, a pele é mais sensível à luz ultravioleta e ao calor, podendo ser até 40% mais fina do que a de um adulto. Além disso, ainda não apresenta algumas proteções específicas. As glândulas sudoríparas nessa fase, ainda não estão totalmente amadurecidas, o que predispõe a criança a algumas alterações da pele, como é o caso da "brotoeja".

Por isso, a pele da criança e do bebê precisa de acompanhamento e cuidados especiais para prevenir e tratar doenças freqüentes nessa fase tão importante da vida.

  • Dermatite de Fraldas
  • Dermatite Atópica
  • Molusco Contagioso
  • Verrugas
  • Brotoeja
  • Alergias